Quarta-feira, 27.08.14

Cumprir um projeto, fazer valer o destino, acreditar e continuar a caminhar; olhar o futuro. Esse é o caminho

Do Caminho.

 

Cumprir um projeto, fazer valer o destino, acreditar e continuar a caminhar; olhar o futuro. Esse é o caminho. Lavar a alma de todos os pecados. Caminhar. E sorrir, rumo ao futuro. O resto, é letra.

                                                                                 In Diário, José Carlos Silva.

Segunda-feira, 25.08.14

Jogava em todos os tabuleiros, preferencialmente no do poder.

 

O que importava perder uma Câmara em mais de trezentas para ele ter tudo: riqueza, atenção, vaidade, honraria e poder?

 

«Malaquias Safadezas viu entrar Honorato da Silva, o poderoso homem de Arriscado de Cima, não fosse ele quem dominava o concelho, agitava as águas, mexia os cordelinhos, fazia acontecer,  quando assim era necessário. Jogava em todos os tabuleiros, preferencialmente no do poder e agora tinha o do poder nas suas mãos: o PSL era poder no país, liderava uma Coligação abrangente, maioritária, sedenta de mordomias e de manter as mãos, os pés e a cabeça no pote. Ora, tal assemelhava-o a um Deus, fato que Honorato da Silva era conhecedor, conseguindo  colocar o presidente da câmara, um socialista, a comer nas suas mãos: a necessidade obriga a coisas impensáveis! Honorato da Silva era, de fato, o Verdadeiro Poder em Arriscado de Cima: era-o sem ter sido sufragado pelo povo. De mestre! Melhor: de Maquiavel! Um erro político, rosnavam alguns infelizes! E depois? Desconheciam a vida, as suas vaidades, as suas honrarias e o seu preço. O que importava perder uma Câmara em mais de trezentas para ele ter tudo: riqueza, atenção, vaidade, honraria e poder? Se ele tudo mandava, o que importava?»

 

IN HONORATO DA SILVA, José CARLOS SILVA

publicado por José Carlos Silva às 12:46 | link do post | comentar
Quarta-feira, 20.08.14

As coisas são como são. Não vai ser fácil. Nada é fácil na vida.

Este é o tempo.

 

«É tempo de começar a olear a máquina, de a por de novo nos eixos e de a por a andar. E só tu o consegues fazer, ambos o sabemos. Este é o tempo, e o tempo passa muito depressa. As coisas são como são. Não vai ser fácil. Nada é fácil na vida. Mas este é o tempo certo, o tempo de caminhar em frente.»

In Diário. José Carlos Silva

publicado por José Carlos Silva às 11:16 | link do post | comentar
Terça-feira, 19.08.14

Dr. Joaquim Augusto da Silva Moura (Meinedo, Romariz)-Vereador em 1908

Reuniu, no dia 1 do corrente mês de julho, nos paços do concelho, a comissão recenseadora dos jurados, composta dos senhores Juiz de direito, presidente da câmara e administrador do concelho, presidindo ao sorteio dos jurados funcionarão no segundo semestre do corrente ano e cuja pauta ficou assim constituída:

- Alfredo Nogueira de Sousa Freire, Silvares, Vila Meã; Pedro Lobo Machado  de Sousa Meireles, Nevogilde; (…); José Leite Pereira de Meireles, Lodares, Outeiro; (…); Antero Augusto da Silva Moreira, Ramada, Meinedo; (…); Dr. Joaquim Augusto da Silva Moura, Meinedo, Romariz; (…); Joaquim Eleutério Ribeiro; Lodares; Vilar, (…); Artur Alberto de Carvalho Meireles, Lodares, Quintans, (…).

 

Jornal de Lousada, 12 de julho de 1908, p. 2, nº 49

publicado por José Carlos Silva às 13:27 | link do post | comentar
Quarta-feira, 13.08.14

Romaria da Senhora Aparecida, tradição com 191 anos

Tradição com 191 anos
Romaria da Senhora Aparecida tem ponto alto dia 14
O mês de agosto é dedicado a diversas festas e romarias trazem até o concelho milhares de devotos e visitantes. Exemplo disso é a Romaria da Senhora Aparecida que este ano assinala o 191.º aniversário.
Até á próxima sexta-feira, dia 15, são muitas as iniciativas que fazem já parte da tradição desta festa.
Hoje, terça-feira, a partir das 21h30 tem início a saudação à Senhora Aparecida, seguindo-se já os cantares ao desafio.
Na quarta-feira o dia promete ser repleto de animação, logo a partir das 9h00 com a entrada do Grupo de Bombos Badaladas Soltas, Feira do cavalo, concentração equestre, passeio de cavalo e de charrete. A tarde conta ainda com a corrida de cavalos e póneis. Pelas 21h30 começa o estival de Folclore que conta com a participação dos Grupos Folclóricos da Senhora Aparecida, Lavradeiras de S. Martinho da Gandra e Infantil e Juvenil da Casa do Povo da Longra.
O dia grande desta Romaria é na quinta-feira, dia 14, em que para além da música dos Bombos e das bandas de música a parte religiosa toma a primazia. Assim, a partir das 11h00 tem início a missa solene em honra da Senhora Aparecida. Pelas 15h00 acontece a saída solene da imagem da Senhora Aparecida, bênção das mães e colocação no Andor Grande. Pelas 18h00 tem início a procissão em que o Andor Grande que é transportado por 80 homens. O dia termina com um concerto de concertinas, cerca das 22h00.
No dia seguinte, sexta-feira, a tradição volta a estar presente com a prova de velocidade com motas de 50 e 85 cm3. A Romaria da Senhora Aparecida termina com a atuação do grupo Santamaria e o fogo-de-artifício.

O mês de agosto é dedicado a diversas festas e romarias trazem até o concelho milhares de devotos e visitantes. Exemplo disso é a Romaria da Senhora Aparecida que este ano assinala o 191.º aniversário.  Até á próxima sexta-feira, dia 15, são muitas as iniciativas que fazem já parte da tradição desta festa. Hoje, terça-feira, a partir das 21h30 tem início a saudação à Senhora Aparecida, seguindo-se já os cantares ao desafio. Na quarta-feira o dia promete ser repleto de animação, logo a partir das 9h00 com a entrada do Grupo de Bombos Badaladas Soltas, Feira do cavalo, concentração equestre, passeio de cavalo e de charrete. A tarde conta ainda com a corrida de cavalos e póneis. Pelas 21h30 começa o estival de Folclore que conta com a participação dos Grupos Folclóricos da Senhora Aparecida, Lavradeiras de S. Martinho da Gandra e Infantil e Juvenil da Casa do Povo da Longra. 

 

O dia grande desta Romaria é na quinta-feira, dia 14, em que para além da música dos Bombos e das bandas de música a parte religiosa toma a primazia. Assim, a partir das 11h00 tem início a missa solene em honra da Senhora Aparecida. Pelas 15h00 acontece a saída solene da imagem da Senhora Aparecida, bênção das mães e colocação no Andor Grande. Pelas 18h00 tem início a procissão em que o Andor Grande que é transportado por 80 homens. O dia termina com um concerto de concertinas, cerca das 22h00.  No dia seguinte, sexta-feira, a tradição volta a estar presente com a prova de velocidade com motas de 50 e 85 cm3. A Romaria da Senhora Aparecida termina com a atuação do grupo Santamaria e o fogo-de-artifício.

 

IN JORNAL DE LOUSADA

publicado por José Carlos Silva às 11:45 | link do post | comentar
Sábado, 09.08.14

«Vamos petiscar, antes que te magoes essas tuas manias. Assim não vais a lado nenhum.»

Cansado Pestana-Da série Honorato da Silva

 

Sarrabisco chamara a si o Pelouro da Juventude, criando o denominado Gabinete Jovem Mais. A esta estrutura agregou todas as políticas jovens e todos os segmentos do Associativismo Concelhio.

O ex-líder da JSL irradiava chispas de alegria, presumindo que o cargo seria dirigido à sua excelsa natureza.

Que deceção.

Sarrabisco entendeu por bem lançar mão de um concurso público, riscando de imediato os seus assessores.

Cansado Pestana nem queria acreditar quando teve conhecimento de tão ignara notícia. Como assessor político de Sarrabisco nada podia fazer. Comeu e calou.

O lugar de presidente do Gabinete Jovem Mais da Câmara de Arriscado de Cima, foi ocupado por Felisberto da Conceição, doutorado em Ciências Desportivas e Sociais e com um currículo político longo, recomendado por um amigo de longa data de Sarrabisco e ex-ministro e deputado do PSU, que muitas portas lhe havia de abrir em Lisboa, no presente e no futuro. A certos amigos nunca se diz não.

Cansado Pestana comeu e calou.

Em reunião de CP da JSL e do PSL enalteceu Felisberto da Conceição e em momento algum deixou transparecer o ódio que lhe ia na alma.

Marcou uma reunião de degustação com o seu núcleo duro na «Toca do Lobo», local de eleição e sede própria para conspirar e delinear estratégias que levassem ao derrube de Sarrabisco.

Nas últimas autárquicas Sarrabisco tinha ganho por engano e agora não lhe dava qualquer importância. Isso irritava-o, profundamente. Ele era um ex-líder da JSL, merecia respeito.

Cansado Pestana é que tinha tido razão. Antecipadamente. Mas tinha tido razão. Tinha-a tido do seu lado, a razão, mas ninguém o quisera escutar. E agora…

Promovera reuniões secretas com outras ovelhas como ele, com a, b, c, d, e, f, etc., a planear, a desenhar o futuro. Sim, o futuro!

Por acaso, mero acaso, uma sorte, Sarrabisco venceu. O PSL venceu. Porreiro!

E se corresse mal?! Como é que era?! Quem é que pegava no PSL? Quem? Ele estava preparado para tudo e tinha um grupo, uma equipa já delineada, tudo já delineado para o pior. Assim continuava quietinho, à espera. Às vezes reagia mal…Só às vezes, mas em sede de reuniões secretas ou quando julgava que nada se saberia e quando algo vinha à tona transformava-se no maior anjo levando na conversa o próprio Honorato.

Ele, Cansado Pestana, que em plena campanha eleitoral autárquica caminhava ao lado de Sarrabisco e lhe dizia que eram favas contadas e que a vitória estava no papo e ao mesmo tempo marcava cafezinho, almoços e jantares para preparar o PSL para o dia seguinte.

Cansado Pestana representava as duas faces da mesma moeda: equacionou os dois cenários – vitória e derrota.

- Não te entendo! Ex-líder da JSL, a fazer campanha ao lado de Sarrabisco, a motivá-lo para a vitória e andavas nas suas costas com estratégias pessoais e políticas, de futuro, na eventualidade de uma derrota? Que amigo és tu- Exclamou Gervásio Quintela!

-Tens que estar preparado para tudo. – Volveu Cansado Pestana.

- Não posso concordar. É ignóbil. – Atirou Lino Capataz, desaparecendo.

- Mas…O que lhe deu?! – Questionou Cansado Pestana.

- Vamos petiscar, antes que te magoes essas tuas manias. Assim não vais a lado nenhum. Não te metas com quem não deves e não toques, nem num cabelo em quem não podes ou vais acabar mal. E quem te avisa teu amigo é. – Disseram todos ao mesmo tempo.

- Mas…mas…

- Esquece. Vamos ao que interessa: petiscar. Que dia de sol! Que rico dia! – Disseram-lhe os amigos, à gargalhada.

 

 

 

publicado por José Carlos Silva às 15:14 | link do post | comentar

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

Agosto 2014

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
21
22
23
24
26
28
29
30
31

posts recentes

últ. comentários

  • Gostei desse blog, visite o meu: http://thefamosos...

Posts mais comentados

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds