Abril para quê? Que esquerda? Valha-me Deus!

Aproxima-se o 25 de Abril: 40 anos. Recordo-me como se fosse hoje. Temo que muitos e muitos se tenham esquecido.

Recordo Abril a propósito de ter silenciado a minha voz numa discussão pública, numa questão pública, que é de domínio público, noticiada pela imprensa nacional, que será decidida por órgãos de soberania nacionais (TC), portanto não restrita a um espaço restrito, mas sim ao espaço de todos.

Silenciei a minha voz para que ninguém fosse prejudicado ou se sentisse beneficiado. Silenciei a minha voz perante as vozes insultuosas e soezes de quem não consegue dirimir, em democracia, seja o que for.

E é esta gente, é esta esquerda que se arroga em Abril! Fico sempre perplexo! Abril é isto! Democracia, Liberdade, é isto!

Abril para quê? Que esquerda? Valha-me Deus!

Silenciei a minha voz perante a arrogância e fascizante postura antidemocrática reinante. É este o retrato da esquerda intolerante, mas feliz.

Tenho pena! Tenho pena de abril!

 

publicado por José Carlos Silva às 17:56 | link do post | comentar