(...)o prof. José Faria Santalha, Presidente do PS Lousada, tem gabinete, atende os munícipes, reúne com as instituições concelhias, dá ordens e profere despachos e pareceres, subalternizando a liderança do Presidente da Câmara.

(…) Todos sabem, por exemplo, que o prof. José Faria Santalha, presidente do PS Lousada, é quem manda, põe e dispõe dentro e fora da Câmara Municipal. O prof. José Faria Santalha, presidente do PS Lousada, não tem autoridade política, não foi eleito, não é funcionário, nem tem qualquer vínculo profissional à Câmara Municipal. No entanto, o prof. José Faria Santalha, Presidente do PS Lousada, tem gabinete, atende os munícipes, reúne com as instituições concelhias, dá ordens e profere despachos e pareceres, subalternizando a liderança do Presidente da Câmara.

O Presidente da Câmara, Dr. Pedro Machado, ao acolher este lamentável abuso político do presidente do PS Lousada na Câmara Municipal, dá cobro e acata a partidarização socialista da Câmara Municipal, manifestando a sua completa insegurança e incapacidade para liderar a autarquia e os destinos do concelho.

O concelho também é governado sem projeto e sem ambição pois, em boa verdade, se nos interrogarmos sobre qual a estratégia municipal para a área económica e de criação de emprego, ninguém sabe a resposta; se nos interrogarmos sobre qual a estratégia para a área da juventude, ninguém sabe a resposta; se nos interrogarmos sobre qual a estratégia para a área social, mobilidade, ambiente, saúde, proteção civil e agricultura, ninguém sabe a resposta. Até mesmo se nos interrogarmos sobre qual a estratégia para a área da educação, observamos que não existe estratégia ou planificação.

Mas há uma estratégia que se percebe no atual executivo socialista municipal: manter o poder pelo poder; exercer o poder pela coação ou intimidação. É esse o papel do presidente do PS Lousada, prof. José Faria Santalha, dentro da Câmara Municipal.

A estratégia política do PS Lousada visa denegrir a todo o custo a oposição construtiva que os vereadores da Coligação Lousada Viva têm feito. Nota-se claramente o nervosismo crescente no PS Lousada, pela perda de apoio de grande parte das instituições concelhias e de cada vez mais lousadenses. O concelho está cada vez mais desunido, enfraquecido e com baixo poder de compra. Mas isso não merece qualquer preocupação do Sr. Presidente da Câmara. Basta-lhe a realização de festas e festinhas para que tudo pareça estar bem.

Uma coisa é certa: os eleitos pela Coligação Lousada Viva não desistem daquilo que acreditam ser o melhor para o concelho. O programa eleitoral sufragado mereceu um largo apoio dos lousadenses, que tal como nós acreditam ser possível construir um concelho muito mais unido e empenhado na concretização de realizações sociais. Connosco, as Juntas de Freguesia, as associações, as empresas e as instituições do concelho seriam parceiros privilegiados no desenvolvimento económico e social de Lousada. Todos os lousadenses, especialmente os mais jovens, teriam uma palavra e uma ação real na dinamização do plano estratégico de desenvolvimento do concelho. Nada disto vemos no atual executivo socialista na Câmara Municipal. Pena! Perde o concelho. Perdemos todos.
Gabinete de Imprensa do PSD/Lousada 
IN TVS

publicado por José Carlos Silva às 11:35 | link do post | comentar